Como Fazer Um Mapa Mental Eficiente

Como Fazer Um Mapa Mental Eficiente

Você já conhece o método de estudos e organização chamado mapa mental? Através dele você consegue organizar informações de forma sistemática, em outras palavras, consegue absorver muito melhor o que precisa estudar. Mas, se você quer aprender como fazer um mapa mental, continue lendo.

O mapa mental é uma técnica de estudos, em outras palavras, pode ser encarado como um “diagrama de organização”. Isso tudo é baseado em um tema central, ou seja, em que todos os outros assuntos se ramificam. 

Sendo assim, essa é uma técnica que ajuda nos estudos e organização. Por meio da memória visual, então os desenhos também estão liberados no mapa mental. 

O que é um Mapa Mental?

O Mapa Mental é uma maneira gráfica de representar ideias e conceitos. É uma ferramenta visual que te ajuda a estruturar informações, ajudando a analisar melhor, compreender, sintetizar, relacionar e até mesmo a ter novas ideias. 

No mapa mental, ao contrário da maneira tradicional de anotarmos, a informação é estruturada de forma muito mais perto de como o nosso cérebro trabalha. Ou seja, como o mapa mental ativa tanto o lado artístico, quanto o lado analítico do cérebro. Pois, ele faz com que seu cérebro trabalhe melhor, de uma forma muito mais rica e precisa. Sendo assim, ajuda as suas funções cognitivas. 

Para que pode-se usar o Mapa Mental

  • Anotações durante as aulas
  • Brainstorming
  • Resolução de problemas
  • Estudos e memorização
  • Pesquisas e consolidação de informações que vêm de fontes distintas
  • Apresentação de informações

O mapa mental te ajuda a clarear os pensamentos em todos os contextos possíveis. Mesmo que você não esteja estudando nada, um bom mapa mental pode te ajudar a encontrar a solução para aquele problema que está te atormentando, por exemplo. 

Ele também ajuda a planejar, já que você pode a partir de um tema central da sua vida, planejar todo o restante, sempre focando nos pontos que são importantes para você. 

Contudo, o mapa mental também é útil na hora de resumir um livro que você leu e gostou, ou, na hora de lançar um projeto e pode te ajudar até mesmo a escrever posts de blog.

Os usos são basicamente infinitos. Pois, basta você escolher o seu porquê que e como criar um mapa mental, com certeza isso irá te ajudar.

Como desenhar um Mapa Mental de forma prática

Sempre comece com a folha deitada. Isso garante que você vá ter espaço para fazer todas as anotações que você vai precisar. 

Escreva a ideia central que você vai desenvolver. Lembre-se de que um mapa mental é algo sucinto, e que deve ter muitas informações no decorrer da página, então evite escrever frases muito grandes. Foque em trabalhar com ideias e palavras que deem uma noção geral. 

Desenvolva os subtópicos que estão ligados ao tema central através de setas e linhas no Mapa Mental

Repita o processo para os subtópicos que você achar conveniente, sempre fazendo a ligação entre os tópicos que se relacionam. 

Sempre que possível use cores diferentes para ideias diferentes. Símbolos e outros desenhos também estão liberadas. 

Varie o tamanho da sua letra, a cor e o alinhamento de acordo com a ordem de importância do que você está escrevendo. Um mapa mental deve ser uma representação gráfica daquilo que você está analisando ou estudando. 

É importante que após terminar o seu mapa mental, você tenha plena consciência do que está escrito alí e que caso você pegue o mesmo mapa para olhar alguns dias depois, ainda consiga facilmente saber o que é mais importante e o que deve ser estudado de forma prioritária. 

O mapa mental precisa te ajudar a rever o conteúdo quando chegar a hora! E para isso ele não pode ser muito complexo, caso contrário você vai passar mais tempo tentando entender seu mapa do que realmente estudando. 

Simplifique o suficiente para que ele seja fácil de entender, mas coloque conteúdo suficiente para que você consiga fazer toda a revisão do estudo só de olhar para ele, sem ser necessário buscar outras fontes. 

O mapa mental deve ser utilizado como uma forma de melhorar o seu desempenho e não somente como “arte” ou como algo legal de ser feito. 

Uma vez que você pegue o jeito, tenho certeza que você vai passar a amar os mapas mentais e nunca mais vai querer estudar ou se organizar de outra forma. 

Como usar Mapas Mentais nas empresas

Se você gostou dos mapas mentais mas está achando que tudo é muito voltado para o estudo e que não tem aplicação no mundo corporativo, é aí que você se engana. 

Os mapas mentais são muito úteis nas empresas também. Eles podem ajudar a organizar reuniões, planejar projetos, definir estratégias e pode até mesmo auxiliar no atendimento ao cliente, uma vez que ajuda a detalhar explicações complexas que muitas vezes não seriam entendidas. 

Além disso, em empresas mais criativas como por exemplo as startups, os mapas mentais podem ser utilizados para fazer um Brainstorm de ideias e encontrar soluções que tinham passado despercebidas antes. 

Existem diversas ferramentas no mercado focadas em criar mapas mentais, mas, como aqui e o site do Ninja do Excel, nós vamos te ensinar como fazer Mapa Mental usando o Excel. 

Como fazer Mapa Mental usando o Excel 

Se você quer aprender como fazer mapa mental usando o Excel, aqui você vai encontrar um passo a passo bem detalhado! 

Existem duas formas de fazer um mapa mental no Excel: usando formas básicas e também usando o Smart Art. Aqui nós vamos te mostrar as duas formas.

Modo 01 – Através de Formas básicas 

Abra o Excel e abra uma pasta de trabalho em branco. 

Clique em inserir e na sequência em Ilustrações e em Formas. Selecione a primeira forma que será o tema central do seu mapa mental. 

Você pode usar tanto formas arredondadas quanto formas quadradas, sendo essa uma mera questão de gosto mesmo. 

Depois, feito isso, vá até o inserir novamente e selecione Texto. Crie uma caixa de texto dentro da forma que você acabou de criar e escreva o tema central do seu mapa mental. 

Formate de acordo com o seu gosto. 

Agora é a hora de criar os temas secundários. Você pode fazer isso da mesma forma que criou o tema central: através do inserir, formas, e depois inserindo o texto dentro das formas. 

Não se esqueça de finalizar tudo ligando cada um dos temas, para que realmente se torne um mapa mental. 

Modo 02 – Através do SmartArt 

Para criar o seu mapa mental através da Smart Art o processo é bem semelhante ao processo do modo 01 com as formas manuais. 

Abra o Excel e em seguida abra uma pasta de trabalho em branco. 

Vá para inserir, Ilustrações e SmartArt. 

No meu esquerdo, selecione relação e então selecione o modelo que tem mais a ver com o mapa mental que você quer criar. 

Depois basta inserir os textos na caixa lateral esquerda e ir criando novas relações para criar subtópicos. 

Viu só como é simples e você não precisa de nenhum outro programa para fazer tudo? O Excel é realmente uma ferramenta fantástica para quem sabe mexer nela e consegue extrair todo o seu potencial. 

Mas, caso você queira algo diferente, você ainda tem a opção de usar alguns add-ins para Excel que vão transforma-lo em uma verdadeira máquina de fazer mapas mentais! 

Lucidchart para Excel

O Lucidchart é um add-in que permite que você faça mapas mentais no Excel diretamente no programa, sem precisar ficar alterando entre programas. 

Estou deixando isso bem explicado porque existem vários add-ons para Excel que são voltados para fazer mapas mentais, mas todos eles envolvem uma etapa em que você precisa abrir um outro programa, fazer os mapas mentais nele e só depois exporta-los para o Excel. Dessa forma, você acaba precisando usar mais de um programa, dificultando todo o trabalho e ainda deixando as edições muito mais trabalhosas.

Já o Lucidchart permite que você crie os seus mapas mentais diretamente no Excel, sem necessidade de programas alternativos. 

Primeiro de tudo você precisa instalar o add-in. Para isso faça o download e instalação dele aqui.

Depois abra o seu Excel normalmente e abra uma pasta de trabalho em branco. 

Vá em inserir, e olhe no lado direito, você verá um icone amarelo escrito Insert Diagram. Ele é o add-in do Lucidchart.

Você poderá escolher um template para começar ou então começar do zero mesmo, fique a vontade para fazer como você achar melhor.

Agora que você já sabe como fazer um mapa mental de 3 formas diferentes usando o Excel, vamos falar de outros programas que podem ser utilizados pra fazer mapas mentais?

Outros softwares para fazer Mapas Mentais

Os softwares não estão em ordem de preferência, ou seja, todos eles são igualmente bons – e o nosso preferido, como você já pode desconfiar, é o Excel, já que ele faz tudo isso e muito mais. 

ClickUp

Um software gratuito para criar mapas mentais. Ele conta com diversos modelos de mapas mentais para você já sair criando o seu sem ter muito trabalho. 

Algumas funcionalidades dele estão disponíveis somente na versão paga, mas o preço é bem camarada e algumas versões saem por $5 (cinco dólares) mensais. 

Bem legal para quem gosta bastante de mapas mentais, está cansado de fazer os mapas na mão, mas não quer (ou não sabe) usar o Excel. 

Um dos pontos negativos é que se você for compartilhar os seus mapas mentais com alguém, na versão gratuita, a pessoa poderá editar seu mapa. 

Você só pode dar permissões de só visualizar na versão paga.

Outro ponto negativo é que a versão para o celular é bem lenta, o que pode causar um pouco de desconforto nos usuários mais agitados. 

MindMeister

Esse é um dos softwares de Mapas Mentais mais conhecidos. Ele é bem robusto e a melhor parte é que você não precisa baixar nenhum programa, pode criar todos os seus mapas online.

É possível usar sozinho ou em grupo, já que tem opções de compartilhamento de mapas mentais. 

Um dos pontos negativos é que é uma ferramenta paga. Na versão grátis você consegue fazer apenas 3 mapas mentais, mas o valor é bem acessível, apenas $4,99 por mês. 

Dentre os pontos negativos também temos que citar a falta de recursos na parte de edição de textos. Apesar das cores serem bem fáceis de serem trocadas, se você decidir trabalhar com textos de diversos tamanhos e ferramentas de edição para fazer com que o mapa fique melhor e mais fácil de ser lido, vai ter dificuldades. 

Microsoft Visio

Se você já é assinante do pacote da Microsoft Enterprise, o Visio pode ser uma boa opção para você. 

Ele é o software da Microsoft especializado em criação de organogramas, diagramas, fluxogramas e é claro, mapas mentais. 

Com ele você terá todas as ferramentas necessárias para criar o seu mapa mental com a qualidade Microsoft que a gente já conhece – e é fã! 

Mas, se você não tiver o Visio no seu pacote office, você pode assinar ele por mês. Os valores são em reais, e acabam ficando um pouco mais em conta do que os programas que citamos anteriormente, já que apesar de parecer barato, como a cotação do dólar está muito alta, acaba ficando caro também. 

Você pode assinar o Visio a partir de R$23,60 mensais. 

Compensa bastante para quem gosta dos mapas mentais e quer uma ferramenta especializada. 

Miro

Com o miro você consegue fazer muito mais do que mapas mentais. 

Como ele e um software de recursos visuais, os mapas mentais estão inclusos na sua funcionalidade, mas dá para usá-lo como canvas, kanban e uma série de outras coisas. 

Pode ser inclusive utilizado como uma folha em branco, escrevendo tudo o que vier a mente e utilizando recursos visuais (desenhos) para ajudar no entendimento. 

É uma ferramenta bem completa e também pode ser usada por toda a equipe. 

Para quem não precisa de muitos boards (como são chamadas as páginas em branco), a versão free com 3 boards já é mais do que suficiente. As versões pagas começam em $8 e tem muitas funcionalidades legais. 

Você já sabia como fazer mapa mental? Já tinha usado o Excel para essa tarefa? Ou algum dos outros softwares que listamos aqui? Comente! Vou adorar saber um pouco mais sobre você e as suas preferências.

Posts Relacionados a Desenvolvimento Profissional: